O grupo de empresários de Rondonópolis que participou do 22º Congresso da Confederação Brasileira das Associações Comerciais do Brasil (CACB) e 1º Encontro Pan-Amazônico foi recepcionado pelo ministro do Trabalho e Emprego, Brizola Neto, na noite da última terça-feira (04) n­a abertura oficial do evento, realizada no Teatro da Paz, em Belém (PA).

O ministro foi um dos convidados e em seu discurso falou que o governo pensa em simplificar as leis trabalhistas. Brizola Neto informou que vai solicitar ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) linhas de crédito para os micro e pequenos empresários que, segundo ele, são “os verdadeiros protagonistas da geração de empregos”.

O presidente da Associação Comercial, Industrial e Empresarial de Rondonópolis (ACIR), Edson Ferreira, solicitou ao ministro mais atenção do governo federal em relação à desoneração da folha de pagamento dos funcionários do setor empresarial. O dirigente foi informado pelo ministro que existem recursos em quase todos os Ministérios e que não são destinados aos Municípios ou Estados por falta de projetos. Edson ressaltou que pretende buscar mais informações via Associação Comercial e Confederação no intuito de contribuir com os governantes locais na realização de projetos para a obtenção desses recursos.

Leia também:  Inscrições abertas para o 3º Fórum Meninas Digitais

O diretor da ACIR, Miguel Mendes, aproveitou a oportunidade para cobrar do ministro mais agilidade por parte do Ministério do Trabalho na liberação das Cartas Sindicais. “Temos conhecimento de processos de fundação de sindicatos patronais protocolados no Ministério que estão na fila aguardando a emissão da Carta Sindical há mais de dois anos”, disse Mendes. O ministro respondeu que as reivindicações são justas e prometeu empenho para atender os pedidos.

Durante a programação, a delegação de Rondonópolis também acompanhou a palestra do ex-governador do Rio Grande do Sul e presidente do Instituto Reformar de Estudos Políticos e Tributários, Germano Rigotto, que também respondeu a perguntas, inclusive dos empresários de Rondonópolis. Ao final do Painel, o presidente da ACIR solicitou a Rigotto que faça ações no sentido de normatizar e nivelar o limite do Super Simples em todos os estados brasileiros, adequando ao limite nacional. Edson ressaltou ao dirigente que não é possível o Governo Federal instituir um limite de R$ 3.600.000 anual e na contra mão o governo de Mato Grosso não amplia esse limite há mais de dez anos.

Leia também:  Rondonópolis sediará pela 1ª vez a Maratona de Negócios Criativos

Evento – O Congresso da CACB foi realizado pela primeira vez no norte do País para promover a integração empresarial. O evento focou o tema Brasil de Resultados, proposto com o intuito de refletir sobre as reformas que o País precisa para avançar, juntamente com o papel do empreendedor e das pequenas e micro empresas no crescimento do mercado brasileiro.

A delegação de Rondonópolis contou com a presença de Cacílio Paula da Silva Junior, Carlos Alberto Três, Edson Ferreira, Ernando Cabral Machado, Geneliza Moreira de Carvalho, José Luiz Gonçalves Ferreira, Leni de Freitas Cardoso, Luiz Fernando Homem de Carvalho, Miguel Antônio Mendes, Paulo Roberto Teixeira Gomes, Ricardo Soares Maia, Valdir Antônio Andreatto, Vicente Dalberto, Robson Neves e Dayane Pozzer.

Leia também:  Deputado busca solução para garantir curso de direito na Unemat
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.