O impacto no desconto da tarifa de energia elétrica em Mato Grosso deve estar próximo aos 6%, em razão do reajuste oferecido pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) ao Estado na mesma semana em que a presidente Dilma Rousseff propôs desconto nas tarifas.

A presidente anunciou uma redução de 16,2%, proveniente da isenção de alguns impostos, que deve entrar em vigor no próximo ano, contudo a Aneel autorizou nesta semana à Centrais Elétricas Mato-grossenses S.A. (Cemat) a aplicar reajuste no valor da tarifa, conforme Resolução Homologatória nº 1270/12 de abril de 2012.

A princípio o reajuste de 2,62%, foi suspenso em virtude de pendências no repasse de encargos setoriais. O que resultou, desde abril 2012, na utilização de tarifa econômica sem a inclusão de componentes financeiros. No último dia 31 de agosto a Aneel decretou a intervenção administrativa da concessionária e conforme previsto na Medida Provisória nº 577/12, a distribuidora está autorizada a aplicar as novas tarifas homologadas em abril.

Leia também:  Deputados de MT aprovam por 16 votos a 4 a PEC que limita gastos do governo durante 10 anos

O efeito tarifário médio aos consumidores da Cemat, que seria de 2,62%, agora será de 9,43% em média, pois a empresa praticou tarifa reduzida entre 08 de abril a 30 de agosto de 2012 – isto é, apenas a tarifa econômica do ano anterior, estabelecida no reajuste de 2011, sem os componentes financeiros.

Tomando como exemplo a tarifa residencial, é possível perceber que o reajuste, se comparado à tarifa regular de 2011, foi de 2,67% – subindo de R$ 0,41257 o quilowatt-hora para R$ 0,42359 o KWh. Porém, comparando a nova tarifa à que o consumidor vinha pagando, desde 08 de abril de 2012 (R$ 0,38671 o KWh), o impacto é de 9,5%.

Leia também:  MPE quer condenação de ex-secretário e mais 6 por desvios na Educação

De acordo com a assessoria de imprensa da Cemat, o reajuste das tarifas é uma situação a parte do desconto oferecido pela presidente Dilma Rousseff que passa a valer do próximo ano.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.