Os médicos da Santa Casa de Misericórdia de Rondonópolis podem suspender as atividades a partir de amanhã (20), em razão da falta do repasse do Governo do Estado para acertar o salário dos profissionais.

No mês de agosto o problema foi amenizado com o remanejamento do recurso para o pagamento de medicamentos que serviu para efetuar o pagamento do salário dos profissionais.

Contudo os médicos permaneceram em indicativo de greve, em virtude de existir folha de pagamento em aberto, pois não ocasião foi sinalizado que até o dia 20 deste mês o problema seria solucionado.

Caso o Governo do Estado não efetue o repasse ainda nesta quinta-feira (20) os médicos afirmam que devem suspender o atendimento.

Leia também:  Motoristas terão inspeção veicular gratuita no Parque das Águas
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.