Mais de 400 estudantes, agrônomos e produtores rurais participaram na manhã desta quinta-feira (13) do evento “Fundação MT em Campo: É tempo de plantar”. As atividades de orientação do plantio para a nova safra iniciou no dia 27 de agosto e termina nesta sexta-feira (14) na cidade de Campo Verde.

A Fundação MT percorreu por 16 cidades de Mato Grosso e duas em Goiás onde trouxe informações sobre as tendências e novas tecnologias que podem auxiliar no bom resultado dos cultivares.

O supervisor de desenvolvimento de mercado da TMG, Adalberto Basso, relatou que uma das finalidades é orientar os produtores e agrônomos a perceberem os fatos controláveis e incontroláveis para o bom resultado do cultivo, como por exemplo, a fertilidade do solo, a textura e possibilidade de nematoides. “Antes de iniciar o plantio é necessário observar o posicionamento para o cultivo, pois necessariamente um tipo de cultivar utilizado com bom resultado por um produtor não será o mesmo para outro, nosso objetivo é proporcionar esses esclarecimentos”.

Leia também:  ACIR quer definição de responsabilidades sobre as obras

No próximo dia 15 de setembro termina o prazo para vazio sanitário, contudo o agro-meteorologia da Fundação MT, Marco Antônio dos Santos, orientou os produtores que as chuvas devem iniciar no final de setembro e deve estar mais regular na segunda quinzena de outubro.

De acordo com Marco Antônio, as chuvas devem ser regulares e contribuirá com a safra da soja, mas deve haver cuidado para não plantar com muita antecedência. “A previsão é que as chuvas estejam favoráveis para o plantio, mas os produtores devem estar atentos para os relatórios meteorológicos”, concluiu.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.