A partir desta segunda-feira (3), a população da região Salmen terá à disposição uma ambulância do Serviço Móvel de Urgência (Samu), que ficará na base comunitária do bairro. A mesma medida também será implantada durante a próxima semana na região do Jardim Atlântico. A descentralização tem o objetivo de agilizar o atendimento nestas regiões importantes do município, que apresentam índices elevados de ocorrências, principalmente no trânsito, pelas proximidades com a BR-364 e MT-270.

Após o término da reforma do prédio do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), localizado no perímetro urbano da BR-364, na região Salmen, a base da ambulância do Samu será transferida para o local. A base do Jardim Atlântico ainda está sendo estudada pela administração municipal.

Leia também:  Prefeito recebe alta após ser internado em Santa Casa

Conforme índices recentes, o número de acidentes de trânsito apresentou redução de 50% no município. A descentralização das ambulâncias e permanência em três grandes regiões fará com que o atendimento seja realizado com muito mais eficiência e, aliada às demais medidas, como maior sinalização no trânsito, o intuito é reduzir ainda mais o número de acidentes.

O coordenador do Samu em Rondonópolis, Adriangelo Magalhães, destaca que a diminuição do tempo-resposta no atendimento é necessária devido ao crescimento da cidade. “Em horários de pico, o deslocamento de uma viatura da Vila Operária até o Parque Universitário, por exemplo, chega a dez minutos. Com a ambulância por perto esse tempo será de dois a três minutos”, explica o coordenador.

Leia também:  Cursinho Força e Honra oferece aos alunos palestra com Paulino Yoshida

MOTOLÂNCIAS

Na região central, a população também será assistida com as motolâncias, conduzidas por militares do Corpo de Bombeiros contratados pelo município para atuarem em seus horários de folga, como na parceria já realizada pela Secretaria Municipal de Apoio à Segurança Pública (SEMASP) com a Polícia Militar.

O serviço também tem início nesta segunda-feira e dois militares irão atuar no atendimento, realizado até a chegada da ambulância em casos necessários. A base das viaturas será no Centro de Operações da Polícia Militar (Copom), na Rua Fernando Correia da Costa.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.