Pesquisas recentes mostram que os jovens estão começando a beber cada vez mais cedo. Normalmente o consumo de bebidas alcoólicas se dá em festas e se inicia na adolescência. Em Rondonópolis não é diferente,de acordo com especialistas, muito do aumento do consumo precoce se deve a própria atitude dos pais.

O menor G.L N. de apenas 16 anos conta que começou a beber aos poucos em festas de famílias e por brincadeira, hoje já bebe a mesma quantidade que um adulto. “Bebo como todos os adultos da minha família, uns acham normal e outros criticam” afirma ele.

O menor afirma ainda que muitos amigos têm o mesmo costume e que isso os faz se tornar mais populares.

Leia também:  Maratona de Negócios Criativos começa nesta terça em Rondonópolis

De acordo com o Ministério da Saúde, um em cada três brasileiros prova o álcool pela primeira vez na própria casa, quase sempre oferecido pelos pais ou familiares. Ainda de acordo com o MS quando a ingestão da bebida começa ainda jovem a pessoa tem 60% a mais de chance de se tornar um dependente.

É importante ressaltar que o consumo de álcool pode trazer prejuízos ao corpo do adolescente, ainda em formação. Além disto, pode aumentar a vulnerabilidade para infecções sexualmente transmissíveis, pela ausência do uso de preservativo nas relações; violência e acidentes.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.