O quarto 1 da unidade de internação feminina do Centro Sócioeducativo em Cuiabá foi totalmente destruído pelo fogo. O incêndio foi provocado pelas internas como forma de protesto às normas da unidade e também pela negativa a algumas regalias exigidas por elas. O motim teria sido comandado por uma adolescente apreendida por tráfico de drogas em Mato Grosso do Sul e que chegou ao local há 4 dias.

Conforme a assessoria de imprensa da Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), desde que entrou na unidade, a menor teria “incitado” as outras internas a exigir regalias. Entre as reivindicações estava “um passeio ao shopping”.

Revistas foram feitas nos pertences das 11 meninas e um chip de telefone celular foi encontrado. Para evitar conflitos, a adolescente foi transferida para um quarto com outras duas garotas. Porém, a medida não agradou o trio. Segundo os agentes, desde a manhã de sexta-feira (14) as adolescentes estavam xingando e os ameaçando.

Leia também:  Bimotor que voava sem autorização é interceptado com meia tonelada de cocaína

À tarde as internas atearam fogo nos colchões. O Corpo de Bombeiros foi acionado, mas toda a estrutura foi danificada. Ainda, segundo a secretaria, os colchões eram novos, tinham sido trocados há uma semana. Toalhas e outros objetos da unidade também foram queimados. Apenas os objetos pessoais das internas não foram destruídos, isso porque elas guardaram tudo no banheiro, que não foi atingido pelo fogo.

Três adolescentes que estavam no quarto passaram mal e foram levadas para a Policlínica do Planalto, onde foram medicadas e em seguida retornaram à unidade. Segundo a Sejudh, este foi o primeiro conflito registrado na ala feminina nos últimos meses. Para evitar que se repita, algumas medidas devem ser tomadas, entre elas o isolamento da adolescente.

Leia também:  Casal morre após bater o carro em uma árvore na BR-364

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.