Hebe Camargo morreu neste sábado(29), aos 83 anos, em São Paulo. Ela lutava contra o câncer desde 2010 e morreu, segundo a assessoria do SBT, após sofrer uma parada cardíaca, ao se deitar para dormir, nesta madrugada.

A apresentadora é um dos maiores ícones da televisão brasileira e ficou internada pela última vez por quase duas semanas em agosto, no Hospital Albert Einstein, em São Paulo. Nos últimos dois anos passou por várias cirurgias e tratamentos contra o câncer.

A apresentadora Ana Maria Braga publicou no Twitter uma homenagem: “Os amigos do Sorriso da TV brasileira, Hebe, choram a Estrela que se vai. Saudade. De Portugal, aonde vim trabalhar, estou dolorida na alma”, escreveu. “Perdemos a grande diva da televisão brasileira”, disse a atriz Suzana Vieira.

Leia também:  Resumo de novelas desta segunda-feira (29)

Em mais de 60 anos de história na televisão brasileira, a apresentadora tinha um estilo próprio de entrevistar as pessoas. Ela se tornou popular com a expressão “gracinha”, usada para elogiar convidados. Outra marca registrada de Hebe era dar selinhos nos entrevistados que passavam por seu famoso sofá.

“Estamos perdendo uma mulher que é um marco da televisão brasileira (…). Nos acostumamos a tê-la como uma de nós”, disse a atriz Irene Ravache, completando que estar com Hebe era “uma festa”.

Até o início da tarde, não havia confirmação sobre data e local de velório e enterro.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.