O candidato a prefeito Percival Muniz (PPS), acompanhado do vice Rogério Salles (PSDB), esteve hoje (04) ao meio dia conversando com os funcionários do frigorífico Agra. No encontro com os funcionários, os dois falaram das propostas da chapa para melhorar Rondonópolis e mais uma vez reafirmaram o compromisso de unir a cidade e fazer uma administração participativa. Acompanharam a visita os candidatos a vereador Lindomar Alves (PV), Thiago Muniz (PPS) e Fabio Cardoso (PPS), além do diretor do Sindicato das Indústrias de Alimentação de Rondonópolis, Mauricio Souza.

“Estas reuniões, conversas e o contato com a população nos ajudam a compreender melhor o sentimento da nossa gente, bem como nos ajudará a governar, caso sejamos eleitos. Nós queremos governar com as pessoas e para as pessoas”, destacou Percival.

A funcionária Ana Paula fez questão de contar que toda a sua família está com Percival, pois estimam a forma dele fazer política e confiam na sua capacidade de realização. “Estamos precisando de alguém que olhe pelos bairros mais carentes, que faça com que nossa cidade volte a se desenvolver”, afirmou.

Leia também:  Dupla foragida da Justiça é presa em MT

Na conversa com os funcionários, além de receberem declarações de apoio, Percival e Rogério também ouviram reivindicações e responderam cada um dos questionamentos sobre as suas propostas para setores como saúde, moradia, infraestrutura e a ampliação das vagas nas creches do município.

Percival disse que uma das propostas do seu Plano de Governo – que passou por um amplo debate com os segmentos organizados da sociedade, contou com as sugestões da população e está em fase final de formatação – é o de zerar o déficit de vagas em creches na cidade nos próximos quatro anos.

“Queremos resolver nos próximos quatro anos o problema de falta de vagas em creches. Vamos buscar apoio junto ao governo federal, que já tem programa e recursos para isso, além de buscar parcerias com empresas, entidades e igrejas para nos ajudar a zerar o déficit. Não vamos deixar nenhuma criança sem ser cuidada”, garantiu.

Leia também:  Após 30 anos, moradores da Gleba do Rio Vermelho recebem títulos de posse

Sobre a saúde, Muniz disse que o setor receberá uma atenção especial. “Hoje está precária. Fizemos e investimos muito na saúde. Pegamos com um PSF, que o Rogério fez, e implantamos outros 28. Também construímos a Fábrica de Remédios, que, além de fornecer medicamentos, deu mais dignidade a nossa gente”.

Percival disse que a previsão é de implantar mais outros seis PSFs para cobrir toda a população. “Vamos construir ainda duas Unidades de Pronto-Atendimento, nas regiões da Vila Olinda e Atlântico, que irão contribuir para desafogar o atendimento no PAM (Pronto-Atendimento Médico), que com a conclusão da UPA que está sendo feita ao lado, poderá se tornar Hospital Municipal. Além disso, vamos ampliar e melhorar a Policlínica da Vila Operária. Vamos descentralizar para melhorar o atendimento”, disse Percival.

Leia também:  Prefeitura conquista área de escola e negocia outras duas para creche e espaço de lazer

Quanto a moradia, Percival falou que a meta é implantar o maior programa habitacional do município, viabilizando nos próximos quatro anos 10 mil moradias populares, através de parcerias com os governos federal e estadual, para diminuir o déficit habitacional.

Sobre asfalto nos bairros, Percival assinalou que a meta é pavimentar 300 km de vias nos próximos quatro anos. “Eu e o Rogério estamos assumido este compromisso  de que rua onde tiver gente morando, nós vamos asfaltar”.
 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.