Israel Juvêncio mostra a urna onde são depositados os votos dos clientes – Foto: Varlei Cordova / AGORA MT

A pedido dos clientes, o dono de uma salão de cabeleireiro de Rondonópolis resolveu fazer uma enquete para saber em quem as pessoas votam para prefeito da cidade. O proprietário, Israel Juvêncio da Silva, contou que esse tipo de enquete acontece há muitos anos em seu estabelecimento e que já é bem conhecida entre seus clientes.

Israel conta desde que começou essa pesquisa o resultado nunca deu errado. “Sempre o candidato que vence aqui na nossa enquete é aquele é eleito em Rondonópolis. Nas últimas eleições a primeira urna deu resultado positivo para Sachetti, na segunda já deu Pátio e depois foi ele quem venceu as eleições de 2008”, conta.

Leia também:  Meraldo assume na terça e cidade deve perder representatividade na AL

Para as eleições 2012, a urna já foi aberta uma vez no dia 25 de setembro e o resultado foi empate entre os dois candidatos que são Ananias Filho (PR) e Percival (PPS), ambos com 103 votos. Já Juca Lemos (PT) recebeu nove votos, os nulos e brancos somaram três.

A enquete foi realizada de 13 a 25 de setembro. Israel conta que a urna fica no balcão do salão e só é permitido votar uma vez e tem que ter título de eleitor na cidade. “A gente fiscaliza para que apenas eleitores participem da enquete e que votem apenas uma vez. No papel que fica disponível ao lado da urna as pessoas escrevem o número do candidato de sua preferência e depois coloca na urna”, fala.

Leia também:  Câncer de Marcelo Rezende avança e jornalista tem falência múltipla de órgãos decretada

Neste momento, acontece à segunda pesquisa, desta vez a urna será aberta apenas no dia cinco de outubro, dois dias antes das eleições. Toda a apuração é acompanhada por testemunhas que depois assinam que participaram e que comprovam o resultado. Após a apuração os dados ficam fixados na parede do salão para que as pessoas possam acompanhar os resultados.  Para a última aprovação são esperadas as presenças dos candidatos na disputa, como já ocorreu em outros anos de eleições.

Resultado da primeira pesquisa de 2012 que está colado na parede do salão – Foto: Varlei Cordova / AGORA MT

 

A enquete é um mero levantamento de opinião, sem qualquer rigor técnico ou metodo científico não se tratando de pesquisa eleitoral, prevista no art. 33 da Lei nº 9.504/97, e sim de mero levantamento de opiniões, sem controle de amostra, o qual não utiliza método científico para a sua realização, dependendo, apenas, da participação espontânea do interessado.

Leia também:  Grupos recebem melhoria na qualidade vida através da hidroginástica
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.