Pessoas em supermercado de Rondonópolis – Foto: AGORA MT

Devido à falta de chuvas na região legumes e verduras registaram aumento no preço em supermercados de Rondonópolis. O tomate, por exemplo, tem sido o grande vilão da mesa do rondonopolitano com um aumento que passa de 60%.

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a alta de 0,43% do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) foi fortemente influenciada pelo aumento nos preços de alimentos comuns na mesa de grande parte da população.

Segundo a encarregada de um supermercado, Jamile de Oliveira, o tomate não foi o único vilão para a alta de preços. Itens como cenoura (17,81%), alho (12,27%), feijão (6,12%), hortaliças (4,68%) e o pão francês (1,78%) também encareceram a cesta básica na cidade.

Leia também:  1ª Trans tem seu nome social incluído ao CPF em Rondonópolis

Na fila do supermercado, a dona de casa Maria de Lourdes Duarte disse que precisou cortar vários produtos da lista de compras por que estavam muito caros. “Essa semana vamos ficar sem tomate na salada, já que o preço não está nada atrativo”, conta.

 

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.