A partir do dia 16 deste mês até o dia 30 de novembro, o plantio de algodão estará proibido em Mato Grosso. Nesse período, o cotonicultor deverá fazer também a destruição da soqueira do algodão. O objetivo, segundo o agrônomo do Indea em Lucas do Rio Verde, Valdemir Batista, é eliminar o bicudo, principal praga da cultura.

“Encerra-se o vazio sanitário da soja, no dia 15, e um dia depois se inicia o vazio sanitário do algodão, que é outra cultura que o Indea também fiscaliza. Tudo o que sobrar na lavoura tem que ser destruído para que pragas e doenças do algodão não apareçam na próxima safra. A nossa maior preocupação é com o bicudo, que hoje é a maior praga do algodão”, lembrou Valdemir.

Leia também:  Unemat divulga resultado final do Vestibular 2017/2

O plantio da próxima safra poderá iniciar somente a partir do dia 1º de dezembro.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.