A audiência que seria realizada no final da tarde nesta terça-feira (16), entre o deputado federal Wellington Fagundes (PR/MT) e a presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministra Cármen Lúcia, para discutir o Pacto Dignidade Eleitoral, teve que ser adiada. O mau tempo no Estado impediu que o parlamentar embarcasse para Brasília a tempo de participar da reunião.  A previsão é que a audiência aconteça após o segundo turno das eleições, marcado para o último domingo deste mês.

Pacto

O projeto Dignidade Eleitoral, é fruto de um acordo firmado pelo Ministério Público, os partidos políticos. A proposta coíbe, por exemplo, a poluição visual e limita a contratação de cabos eleitorais, além  de diminuir o número de carros de som na cidade e restringir a realização de carreatas.

Leia também:  Decisão de Fux afasta conselheiros e muda comando do TCE


Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.