Nas duas primeiras horas das eleições deste domingo (07) a juíza eleitoral, Jaqueline Cherulli, determinou a apreensão de três ônibus que transportava pessoas irregularmente, a autuação ocorreu na Avenida Amazonas, em frente a Igreja Universal do Reino de Deus.

A juíza relatou que o transporte de pessoas no dia das eleições é proibido, pois configura curral eleitoreiro e a prática não é aceitável. No acaso dos veículos apreendidos, Cherulli relatou que em virtude do ônibus estar parado de frente à igreja, os fiéis que estavam nos ônibus foram liberados em razão de ser uma atitude rotineira da igreja, mas os carros foram encaminhados para o Centro Integrado de Segurança e Cidadania (CISC) e será instaurado um processo para apurar o ato.

Leia também:  Caminhada contra a gordofobia acontece neste domingo (09) em Rondonópolis

Cherulli observou que a mesma flexibilidade não será aceita em outras situações da mesma natureza, pois o transporte de pessoas configura crime eleitoral. Contudo a juíza informou que de modo geral o processo ocorre tranquilamente.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.