Os delegados do curso de formação técnico-profissional da Academia da Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso receberam, na manhã de ontem (04.10), a carteira funcional e armamento individual da Instituição. O material de uso pessoal foi acautelado aos novos profissionais, que a partir de novembro passam a atuar nas delegacias de polícia do interior do Estado.A Gerência de Armas, Munições e Explosivos, da Diretoria de Execuções Estratégicas da Polícia Civil, entregou aos delegados 67 pistolas ponto 40, com dois carregadores, coletes balísticos, 67 algemas, para uso individual dos profissionais, que já estão aptos a manusear o armamento. Todos já passaram por treinamento especial no curso de formação.

O delegado geral da Polícia Civil, Anderson Garcia, recomendou responsabilidade na utilização da carteira funcional de delegado e no uso do armamento completo. “A partir de agora eles estão preparados para o cumprimento das funções de polícia com segurança individual e são responsáveis pela guarda e uso do material”, informou.
Garcia também passou orientações e instruções aos delegados que, a partir desta quinta-feira (04.10), estarão se deslocando aos municípios do interior do Estado para ajudar na segurança das eleições municipais de 2012.
Todos os delegados, alunos da Academia,estarão auxiliando nas eleições, em conformidade com o planejamento estadual elaborado pelo Tribunal Regional Eleitoral em conjunto com o Poder Judiciário, Ministério Público e Secretaria de Segurança Pública.

Leia também:  Quadrilha mantém caminhoneiros como reféns e roubam carga de 26 toneladas de farinha de trigo em Rondonópolis

O delegado do curso de formação, Arthur Peixoto, é um dos alunos que irá se deslocar ao interior para ajudar nas eleições deste domingo, 7 de outubro. Ele disse que se sente seguro juridicamente e amparado pela instituição. Ainda de acordo com Peixoto, a entrega da carteira funcional e do armamento consolida o exercício legal das funções de delegado.

De acordo com a portaria interna 34/2012/DGPJC, a atuação dos delegados nas eleições será computada pela Acadepol como estágio supervisionado. A portaria também fixa como atribuições aos alunos a análise das ocorrências e elaboração de termos circunstanciados de ocorrência (TCO), sob a orientação do delegado de polícia mais antigo designado para o município ou região. Os flagrantes serão lavrados pelos delegados com a supervisão do delegado superior responsável, que assinará em conjunto.

Leia também:  Paranatinga | Menor de 15 anos é apreendida por tráfico de drogas

“Vamos nos empenhar para que as eleições transcorram na maior tranquilidade em todos os municípios”, orientou o delegado geral, Anderson Garcia.

Um efetivo de 973 policiais civis será empregado nas eleições municipais deste domingo (07.10). Todos os municípios do Estado de Mato Grosso, onde não há delegacias da Polícia Federal terão cobertura dos serviços investigativo e repressivo da Polícia Judiciária Civil. Estarão trabalhando nas eleições, 168 delegados de polícia, 196 escrivães e 609 investigadores, com apoio de 63 viaturas policiais.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.