O PMDB e o PSDB tiveram menos prefeitos eleitos em todo o país no primeiro turno deste ano, em comparação com as eleições municipais de 2008, enquanto o PT e o PSB ampliaram o número de prefeituras.

Segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com a quase totalidade dos votos apurados neste domingo (7), o PMDB manteve a liderança em relação ao número de prefeitos, 1.025 eleitos no primeiro turno entre todos os municípios brasileiros, mas encolheu em relação ao registrado na última eleição, quando conquistou 1.193 prefeituras no primeiro turno.

Nas capitais, o PMDB fez dois prefeitos: Eduardo Paes, no Rio de Janeiro, e Teresa Surita, em Boa Vista.

Se consideradas apenas as maiores cidades do país (com mais de 200 mil eleitores), o PT, seguido do PSDB e PSB, foram os partidos que mais elegeram prefeitos no primeiro turno. Ao todo, o PT conquistou 8 das 33 maiores prefeituras que já tiveram o resultado decidido no primeiro turno, seguido do PSBD, com seis. Em seguida vem o PSB (com cinco prefeituras), o PDT, DEM e PMDB (todos com três municípios cada). Com um município estão PSD, PR, PC do B, PP, PTN e PV.

Leia também:  Câmara começa analisar projeto que pode dar fim à repasses para Exposul

Mesmo se consideradas as três capitais em que candidatos do PMDB disputam o segundo turno – Campo Grande, Natal e Florianópolis – e as outras 13 cidades com mais de 200 mil eleitores que também têm representantes peemedebistas no segundo turno, o partido não atingirá o desempenho registrado no primeiro turno da eleição municipal passada. Considerando os dois turnos, o PMDB havia obtido mais de 1,2 mil prefeituras.

Assim como PMDB, o PSDB também perdeu em número de prefeitos – havia conquistado 787 municípios no primeiro turno de 2008 e agora foi vitorioso em 693 municípios no primeiro turno.

O partido tucano também não atingirá o mesmo resultado da eleição anterior, mesmo que eleja todos os oito que concorrem ao segundo turno nas capitais e mais outros nove que disputam o comando de cidades com mais de 200 mil eleitores.

Leia também:  Adonias busca soluções para resolver situação da UTI Pediátrica de Rondonópolis

Avanço
Dois partidos registraram incremento na quantidade de prefeitos: o PT, que elegeu 550 em 2008 e passou para 628 eleitos no primeiro turno deste ano, e o PSB, que conquistou 308 prefeituras no primeiro turno da última eleição e agora terá 436, sem contar o segundo turno.

O PSD, que participa da primeira eleição municipal desde sua criação, foi o quarto partido com melhor desempenho em número de cidades conquistadas: 494. O PSOL fez um único prefeito nestas eleições.

Votação por partido
Apesar de o PMDB ser o partido com mais prefeitos eleitos, a legenda mais bem votada foi o PT, que recebeu mais de 17,2 milhões de votos válidos em todo o país para o cargo de prefeito, o equivalente a 12,46% do eleitorado nacional. O PMDB foi o segundo colocado com 16,7 milhões de votos (12,07% do eleitorado).

Leia também:  Pátio relembra Alberto e diz que ex-prefeito foi corajoso

O partido menos votado foi o PCO, com 4,2 mil votos, e não atingiu nem 1% dos eleitores do país.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.