Durante este final de semana a Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou quatro mortes na BRs que contam o Estado, entre sexta e domingo foram atendidos 34 acidentes nas rodovias federais de Mato Grosso e 23 pessoas ficaram feridas.

O primeiro acidente com vítimas fatais ocorreu na sexta-feira (05) no km 106 da BR-174, próximo ao Trevo do Casalvasco. Um veículo Gol que seguia de Mirassol D’Oeste para Porto Esperidião colidiu na lateral de uma S-10. Com o impacto o Gol conduzido por Ivair Padovani (36) capotou e os passageiros Valdoci Fernandes Marques (61), João Damascena Filho Neto (7) e Cleonice de Souza Marques (56) morreram no local do acidente. Os demais passageiros e o motorista sofreram lesões leves. O veículo circulava com lotação excedente de passageiros, sete pessoas estavam dentro do automóvel. Já o condutor da S-10, Rogério Neves Galvão (23), saiu ileso do acidente.

Leia também:  Dupla amarra vítima em veículo roubado e o abandona em zona rural

Por volta das 09h30, de sábado (06), Alessandro Riberio da Fonseca (31), motorista de um caminhão Volvo seguia de Primavera do Leste-MT para Santos-SP, perdeu o controle de direção do veículo e capotou, no km 29 da BR-070 em Barra do Garças. O condutor não resistiu aos ferimentos e morreu no local do acidente.

Os Agentes do Núcleo de Operações Especiais da PRF apreenderam 3750 comprimidos de diversos medicamentos de venda proibida no Brasil, como Cytotec e Pramil, além de 715 frascos de anabolizantes, potes de suplementos alimentares e termogênicos, perfumes diversos, e vários materiais de pesca. A ação aconteceu por volta das 10h, durante fiscalização no km 387 da BR-364.

Leia também:  Rally dos Sertões 2017 passa pela região de Rondonópolis

Os produtos estavam escondidos dentro dos forros das portas e no painel de um veículo Toyota Corolla, conduzido por um jovem de 24 anos e que tinha como passageiros dois homens, um de 25, e outro de 22 anos. Parte da mercadoria estava sem o desembaraço aduaneiro, e o restante era contrabandeada. A ocorrência foi encaminhada à Delegacia de Polícia Federal.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.