Foto: assessoria

As construtoras do País apostam cada vez mais em imóveis pequenos nas grandes cidades e a estratégia tem fundamento: o Brasil tem 6,9 milhões de casas e apartamentos habitados por apenas uma pessoa, segundo dados do estudo Famílias e Domicílios, do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

A pesquisa leva em conta informações do censo de 2010. Os moradores “solitários” compõem 12,1% das casas do País e este perfil de brasileiro se concentra nas grandes cidades, já que 6,1 milhões deles vivem nas áreas urbanas. Por outro lado, há 830,5 mil moradias com apenas uma pessoa na área rural. No ano 2000, 9,2% de todas as moradias do País tinham apenas um morador.

Leia também:  Veículos de carga terão restrição de tráfego nas rodovias federais no feriado

As unidades domésticas com dois ou mais habitantes, que não são parentes entre si, chegam a 394 mil unidades, de acordo com as informações do Censo 2010. Este valor representa 0,7% de todo este universo.

A maioria dos brasileiros, porém, vive com parentes e tem dois ou mais moradores em casa. Há quase 50 milhões de lares nesta situação, o que representa 87,2% dos 57,3 milhões de casas do País. Há ainda cerca de 4 milhões de residências no País que abrigam duas ou mais famílias — 3,5 milhões nas cidades e 512 mil no campo.

Estes núcleos de famílias que convivem juntas também apresentou uma alta na década. Enquanto, em 2000, 13,9% das unidades domésticas eram habitadas por mais de uma família ao mesmo tempo, em 2010 este número saltou para 15,4%.

Leia também:  Governo iniciou a atualização de regiões turísticas do estado para incentivar novos visitantes
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.