Foto: Correio de Uberlandia

Campinas, SP, 26 (AFI) – Roger e Ponte Preta é uma relação de amor e ódio. Após um ótimo início de Campeonato Brasileiro, o atacante caiu de produção e passou a ser constantemente criticado pela torcida. Deu uma declaração polêmica insinuando que não permaneceria na próxima temporada. Porém, após marcar o gol que garantiu a vitória da Macaca sobre o Cruzeiro, por 1 a 0, na última quinta-feira, o camisa 9 disse ter a intenção de renovar seu contrato.

Roger balançou as redes depois de 14 jogos sem marcar no Brasileirão, chegou aos oito e é o artilheiro do time na competição. Além disso, praticamente garantiu a permanência da Ponte Preta na elite em 2013. Ao ser questionado sobre o futuro, o atacante garantiu que está feliz no Majestoso, garantiu, mais uma vez, ser pontepretano e espera fazer história no clube. Seu contrato vai até dezembro deste ano.

Leia também:  Com a demissão de Ceni, São Paulo vai completar 16 técnicos em 8 anos

“Eu quero ficar. Estou feliz aqui. Aqui é minha casa. Faz 11 anos que estou aqui dentro. Passei um momento turbulento, mas agora está tudo bem. Ainda mais quando vence. Se eles (diretoria) querem que eu fique, estou pronto para ficar. Sou pontepretano e quero fazer história aqui. Acredito que não vai ter nenhum problema”, afirmou o atacante.

Após o empate sem gols contra o Botafogo, em partida válida pela 25ª rodada do Brasileirão, Roger deixou o campo vaiado e bastante criticado pelos torcedores. Irritado com a situação, o atacante disse: “Eles terão que me engolir até dezembro”. O jejum se estendeu por mais sete partidas e constantemente teve sua permanência entre os titulares questionada, principalmente com a chegada de Giancarlo, contratado junto ao Bragantino.

Leia também:  Palmeiras é denunciado na Conmebol por comportamento de atletas

Contratado para ser o homem gol da Ponte na temporada, Roger nunca foi uma unânimidade entre os torcedores, principalmente depois de ter defendido o rival Guarani no Brasileirão de 2010. Seus gols diminuíram um pouco a perseguição da torcida no começo, que voltaria com o jejum de 14 jogos. Agora, com o gol diante do Cruzeiro, o atacante acredita que a boa fase voltou. Recentemente, a diretoria da Macaca demonstrou interesse em continuar com o camisa 9 em 2013 e já teria iniciado conversa para prorrogar o vínculo.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.