Rubens Paulo durante coletiva realizada hoje – Foto: Varlei Cordova / AGORA MT

Rubens Paulo reassumiu como presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Rondonópolis (Sispmur) depois de ter ficado afastado do cargo para o processo eleitoral. Na manhã desta segunda-feira (22), Rubens, reuniu a imprensa para agradecer a secretária geral, Dinalva Costa Pereira, que estava respondendo interinamente pelo cargo e também para falar sobre as demissões dos contratados.

Rubens explicou que apesar de estar sendo divulgado na imprensa de que as demissões se devem a uma denuncia feita pelo Sispmur, isso não corresponde com a verdade. O presidente alega que o Sindicato pediu a Justiça, em 2009, para que houvesse concurso público para que não ocorresse o que sempre acontece em troca de mandato que são as demissões.

Leia também:  Carreta carregada com algodão tomba e pega fogo na BR-364

“Na época, a prefeitura foi notificada para que houvesse concurso, mas mesmo assim nunca o fizeram. O Sindicato pediu que houvesse concurso e não demissões dos contratados, estávamos na verdade tentando evitar isso, já que os contratados de hoje, serão na maioria os concursados de amanhã devido a experiência adquirida”, fala.

Para Rubens a atual gestão está usando uma denuncia do Sindicato para justificar as demissões que estão ocorrendo devido ao ‘enxugamento da máquina’ para colocar as contas do município em dia. “Não se trata da denúncia, mas sim do fechamento de contas para se encerrar o mandato”, conta.

Segundo Rubens o munícipio tem condições de fazer um grande concurso para que 95% das pessoas possam ser efetivas como já acontecem em outras cidades. “O município hoje tem diretamente 2.300 pessoas concursadas e os contratados passam de 2 mil, ou seja, se consegue manter contratados, vai conseguir manter os concursados”, diz.

Leia também:  Lei da Taxa do Lixo foi criada antes de Pátio assumir

Rubens alegou que a assessoria jurídica do Sindicato tem acompanhado os casos e que os servidores que tem procurado a instituição estão recebendo atendimento.

REIVINDICAÇÕES

O presidente do Sispmur afirmou que logo após a posse de Percival Muniz, o Sindicato vai protocolar o pedido de negociação para o reajuste salarial. Rubens afirmou que a reivindicação é de 19% mais inflação e que como a prefeitura estará ‘enxuta’ será mais fácil de negociar.

De acordo com Rubens o munícipio tem condições de pagar essa porcentagem conforme os índices divulgados na prestação de contas. Apesar de ter sido candidato a vereador pela Coligação de Percival, o presidente afirma que não terá livre acesso a prefeitura e de que não vai deixar de cobrar os benefícios para os servidores.

Leia também:  Rondonópolis | Em 9 meses, mais de R$ 127 milhões foram pagos em impostos municipais

“Vamos continuar com a posição de trabalho firme, defendendo o servidor como temos feito nas outras gestões. O embate será o mesmo, seguindo a mesma coerência”, fala.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.