Técnicos do Sanear, o deputado federal Wellington Fagundes e o prefeito Ananias Filho se reuniram com a diretoria da Caixa Econômica de Mato Grosso para discutir meios para sanar o problema da água em Rondonópolis. A equipe do Sanear realizou um estudo onde mostra que para acabar com esse problemas de água que ocorrem no período da seca é preciso à construção de seis grandes poços artesianos.

Para que o projeto saia do papel o deputado federal esteve reunido com o Ministério de Cidades em Brasília para que possa ser liberada a obra e assim a Caixa Econômica entraria com o financiamento. No encontro, o engenheiro do Sanear, Edvaldo Ferreira, expos todos os problemas relacionados à área dizendo que nesse momento o munícipio tem passado por uma escassez de água devido à seca.

Leia também:  Área Social é destaque em audiência pública que discutiu projeto da LOA 2018

“Se não chove compromete a captação porque só se tem areia e quando chove a água captada vem com barro, é uma situação que precisa ser resolvida de vez e a solução que encontramos foi à construção desses poços que de forma planejada irá suprir as atuais necessidades, podendo também acompanhar o crescimento da cidade”, fala.

Os poços seriam construídos nos bairros Monte Líbano, Vila Operária, Parque Universitário, Aeroporto e UFMT. O superintendente da Caixa Econômica em Mato Grosso, Carlos Roberto Pereira, afirmou que todo esse projeto deve primeiro ser aceito pelo Ministério das Cidades e depois o cabe a Caixa deverá ser viabilizado.

Confira a entrevista em vídeo

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=Cl6MQlsT7Lo[/youtube]

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.