Com objetivo de apoiar o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) no processo de realização, apuração e totalização dos votos no próximo domingo (28), a Segurança Pública estará empenhada para garantir a tranquilidade e segurança dos eleitores neste segundo turno da eleição municipal 2012 em Cuiabá.

Ao todo serão empregados em Cuiabá 1.200 policiais militares que estarão realizando o policiamento ostensivo a pé e motorizado em todos os locais de votação. No local de apuração dos votos (Centro de Eventos Pantanal) em Cuiabá estarão fazendo a segurança 180 policiais militares.

O Corpo de Bombeiros estará mobilizado na prevenção contra incêndio, pânico e acidentes nos locais de votação e apuração de votos com um efetivo de 150 militares. Os militares também atuarão no atendimento aos eleitores com necessidades especiais.

Leia também:  MPE denuncia parlamentar por lesão corporal e ameaça praticados contra jornalista em Juara

Para esse segundo turno em Cuiabá, a Segurança Pública contará com o apoio de cerca de 90 policiais federais com equipes fixas que estarão de plantão na Superintendência da Polícia Federal e na Casa da Cidadania, na Capital, além de apoio móvel no policiamento ostensivo com nove viaturas que estarão circulando na cidade.

“Todo sistema de Segurança estará engajado para garantir a lisura do processo no segundo turno das eleições municipais”, destacou o secretário de Estado de segurança Pública, Diógenes Curado Filho.

Centro de Comando e Controle

Instalado no Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp), o Centro de Comando e Controle irá atuar em conjunto com o Gabinete de Gestão Integrada (GGI) Eleitoral no sábado (27) e no domingo de eleição (28) no gerenciamento de eventuais crises que possam ocorrer antes, durante e após as eleições.

Leia também:  Defesa Civil | Alerta para tempestade no fim de semana

O local irá abrigar policiais civis, militares e bombeiros que irão monitorar as ruas de Cuiabá para punir aqueles que forem flagrados jogando ‘santinhos’ nas ruas próximas aos locais de votação na véspera das eleições e praticando a compra de votos.

Os locais de votação da Capital foram mapeados o que irá garantir mais agilidade no atendimento das ocorrências. “Por meio do CCC teremos uma visão geral das cidades garantindo a legalidade do processo eleitoral”, explicou o coordenador do Ciosp, tenente-coronel PM Eduardo Henrique de Souza.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.