Marcos Vinícius de Souza, um dos suspeitos no envolvimento da morte do Policial Civil Alcides Borges Naves, pode ter fugido para fora do País. A possibilidade existe porque no dia 10 de outubro, um dia após o assassinato, o suspeito foi embarcado no Aeroporto Internacional Marechal Rondon, em Várzea Grande com destino a Curitiba e ainda não foi localizado.

De acordo com o delegado Henrique Meneguelo, Marcos continua sendo procurado, e há indícios de que ele e os comparsas na morte do policial façam parte de uma quadrilha oriunda do Mato Grosso do Sul especializada em roubos de malote.

O delegado afirma ainda que esta quadrilha é muito bem organizada já que por trás da defesa dos suspeitos há pelo menos quatro advogados de Campo Grande . No dia em que Thiago Diniz, suspeito baleado no dia do latrocínio, foi prestar esclarecimentos no CISC dois advogados o acompanharam.

Leia também:  Rapaz é detido por funcionários após tentar furtar carne e bebidas em mercado
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.