Lúdio Cabral (PT) foi o maior beneficiado com as discussões protagonizadas pelo senador Pedro Taques (PDT) e pelo deputado José Riva (PSD) nos últimos dias. Depois das alfinetadas o presidente da assembleia se reuniu com o PSD e decidiu apoiar a candidatura do petista que tem como concorrente Mauro Mendes (PSB) apoiado por Pedro Taques.

O PSD chegou a lançar candidatura própria com Carlos Brito, mas ele ficou de fora do segundo turno após ocupar a quinta colocação no processo eleitoral. Segundo fontes da coluna BASTIDORES o objetivo de Riva é um só derrotar Mauro para cortar as ‘asinhas’ de Taques, que deseja disputar o governo em 2014.

Advertisements
Leia também:  Nas mãos de Fufuquinha

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.