O município mato-grossense que comprovadamente possui maior quantidade de águas termais, Juscimeira, agora poderá receber o título de “Capital das Águas Quentes”. A Assembleia Legislativa de Mato Grosso aprovou o Projeto de Lei de autoria do deputado estadual, Ondanir Bortolini –Nininho, que concede esta nomenclatura à cidade. Aprovado na Casa Cidadã, o PL segue para apreciação do governador, Silval Barbosa.

O parlamentar defende que a posição, formação e falha geográfica de Juscimeira favorecem para que a cidade receba esse título. Ele pontua que a cidade tem uma arrecadação abaixo de suas necessidades e, essa denominação, irá potencializar a exploração e visitação turísticas.

“Vamos fomentar o lazer para o cidadão e melhorar a qualidade de vida do juscimeirense”, defende o autor da proposta.

Leia também:  Dupla rouba malotes de dinheiro que pagariam fiscais de concurso em Cuiabá

O professor Doutor da UFMT, geógrafo Hugo José Scheuer Werle afirma a veracidade dessa intitulação. “Juscimeira é o município de nosso Estado com a maior quantidade comprovada de águas termais, devido a uma falhamento da rocha que a deixa aflorar até o solo”, explica o pesquisador.

Ainda segundo o Doutor, a falha atinge outras cidades, mas nunca na proporção de Juscimeira, onde em alguns locais a água quente brota naturalmente.

Os balneários são o principal atrativo da cidade. “O número de hotéis, pousadas e balneários explorando essa atividade na cidade é grande. Temos mais de dez estabelecimentos de hospedagem trabalhando nesse setor. Se o município for declarado ‘Capital das Águas Quentes’ isso vai trazer divisas”, defende o prefeito da cidade, Valdecir Colle –o Chiquinho.

Leia também:  Captação de leite registra queda de 10,3% em MT

SESC ÁGUAS QUENTES

Visualizando o potencial turístico favorecido pelas águas termais, o Serviço Social do Comércio (SESC) adquiriu a pousada Aquarius, em Juscimeira, onde passa a ser o SESC Águas Quentes. Para o deputado estadual, Ondanir Bortolini –Nininho essa aquisição é mais uma demonstração de que o município será, notadamente, a “Capital Mato-grossense das Águas Quentes”.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.