Acusado de extorsão, o auditor do Tribunal de Contas do Estado (TCE-MT), Hermes Dall Agnol teve o pedido de habeas corpus concedido pelo Tribunal de Justiça (TJ-MT) ontem terça-feira (6) e pode ser solto a qualquer momento.

Votaram a favor do relaxamento da prisão de Dall Agnol, os desembargadores Rondon Bassil Dower Filho e Manoel Ornelas de Almeida. Somente o relator, desembargador Paulo da Cunha foi contrário a concessão do habeas corpus. O pedido foi impetrado pelo advogado do servidor, André Luis Maia de Almeida no dia 26 de setembro.

Dall’Agnol foi preso pelo Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco) em meados de setembro. O servidor é acusado pelos promotores do Gaeco de exigir a quantia de R$ 40 mil do presidente da Câmara Municipal de Jaciara, Adilson Costa França (PMDB), para emitir relatório favorável da auditoria referente às contas do exercício 2012, de modo a não apresentar irregularidades durante seu julgamento em 2013.

Leia também:  Em 24h PF e PRF apreendem cerca de 1,6 tonelada de entorpecentes
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.