Um avião Sêneca caiu, ontem no início da noite, próximo a Nova Brasilândia (250 km de Cuiabá) na região da Serra do Roncador – e a aproximadamente 70 km de Chapada dos Guimarães. Ele havia decolado de Confresa (extremo Norte) e seguia para Cuiabá. Havia 4 homens – ainda não identificados- e todos morreram.

As buscas começaram ontem, no início da noite, depois que um fazendeiro ligou para a polícia relatando o acidente. “É uma região de montanha e os detroços estão no pé deste paredão. Localizamos os destroços e corpos hoje por volta das 5 e 40h  da manhã. Andamos a madrugada toda para chegar ao local”, explicou, ao Só Notícias, o tenente PM Eduardo Henrique Souza Lana, comandante adjunto em Campo Verde.

Leia também:  Suinocultores de Mato Grosso apostam na produção de bioenergia

Foi formado grupo com policiais de Campo Verde, Nova Brasilândia, Primavera do Leste, Campo Verde, Chapada dos Guimarães e Planalto da Serra. “Como é região de mata não nos dividimos. Trabalhamos juntos. A escuridão dificultou, mas agora pela manhã chegamos ao local”, acrescentou o oficial. Ele disse que o fazendeiro relatou que ontem chovia muito quando houve o acidente.

É muito provável que o piloto perdeu a visibilidade. Será investigado, pela Aeronáutica, se ele teria tentado pouso de emergência e chocou-se com o paredão.

O helicóptero da PM de Mato Grosso também ajudará na remoção dos corpos.  Peritos do Instituto de Criminalística de Primavera do Leste estão indo ao local do acidente para serem feitos os procedimentos legais, identificadas as vítimas e liberados os corpos.

Leia também:  TCE afirma que detentos com tornozeleira ficaram 1 ano sem monitoramento em MT
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.