Foto: Hipernotícias

O polêmico Eder Moraes (sem partido), ex-secretário da Secopa (Secretaria da Copa) acaba de ser anunciado como novo secretário de Governo de Várzea Grande, na gestão do prefeito tampão Maninho de Barros (PSD) que assumiu o Paço Couto Magalhães no dia 30 outubro após a renúncia de Tião da Zaeli.

O anúncio foi feito na tarde de terça-feira (06) pelo agora prefeito Maninho de Barros em reunião no prédio da prefeitura. Moraes foi nomeado para ocupar o lugar de Yenes Magalhães que era tido como homem de confiança de Tião da Zaeli e também ocupou a diretoria da extinta Agência da Copa (Agecopa), hoje Secopa.

Ex-presidente municipal do Partido da República (PR) que tem o senador Blairo Maggi como um dos maiores líderes políticos do partido no Estado, Eder Moraes durante a campanha eleitoral declarou apoio ao candidato Lúdio Cabral (PT) e entrou em atrito com representantes da sigla. Isso porque o PR era da chapa do adversário Mauro Mendes (PSB) responsável pela indicação do vice, o ex-secretário de Cultura João Malheiros. No auge da polêmica Moraes pediu sua desfiliação do partido e até o momento não anunciou filiação em nenhum outro partido.

Leia também:  Thiago Muniz alerta que valores da taxa de lixo são absurdos e ilegais
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.