Foto: assessoria

Esperança é a palavra de ordem no Luverdense. A equipe, que tenta reverter a derrota por 3 a 0 para a Chapecoense, pelo jogo de ida das quartas-de-final da série C do Campeonato Brasileiro, voltou aos treinos no domingo e continua em ritmo intensivo. O Verdão do Norte volta a campo na próxima quinta, contra o time catarinense, precisando vencer por mais de três gols de diferença, para se classificar.

Na manhã desta segunda, os jogadores fizeram uma atividade de fortalecimento muscular na academia, onde apenas os goleiros, que fizeram um trabalho em separado, no campo, não participaram. Na parte da tarde, será realizado um treino técnico, onde o treinador Dado Cavalcanti começará a esboçar a equipe que entra em campo na quinta-feira, para a partida decisiva.

Leia também:  Luverdense perde do Inter com gol polêmico no final

Todas as atividades da semana, no clube, serão fechadas para os torcedores e para a imprensa, buscando dar maior tranquilidade ao elenco. O técnico reconhece que a missão é complicada, mas ele acredita na classificação do Luverdense.

– Nossa tarefa não será nada fácil, mas nada foi perdido ainda. Temos que ter inteligência e buscar o resultado. Nosso adversário é qualificado e mostrou no primeiro jogo que luta pelo acesso. Contamos com o apoio de nossa torcida para lotar o Passo das Emas na quinta-feira – disse Dado Cavalcanti.

Os ingressos para o jogo decisivo contra a Chapecoense já estão à venda, custam R$ 15,00 e podem ser encontrados no Supermercado Delmoro Centro, Lotérica Mega Sorte, JD Esportes, Supermercado Pasqualotto, Supermercado Romancini e Super Idéias, todos em Lucas do Rio Verde. No dia do jogo, após o meio dia, eles passam para R$ 20,00 e só serão encontrados na bilheteria do estádio Passo das Emas.

Leia também:  Internacional pode ser excluído da Série B após denúncias de documentos falsificados

Luverdense e Chapecoense voltam a se enfrentar na próxima quinta-feira. Desta vez, no estádio Passo das Emas, em Lucas do Rio Verde, também às 19 horas (horário de Brasília). O time catarinense pode perder por dois gols de diferença para garantir a classificação às semifinais, assim como o acesso à Segundona.

A equipe mato-grossense precisa vencer pelo mesmo placar do jogo em Chapecó, 3 a 0, para levar o duelo para os pênaltis. Caso tenha a defesa vazada, precisa abrir quatro gols de diferença para avançar.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.