Foi adiado o julgamento do marceneiro Paulo Henrique Cardoso, de 36 anos, acusado de matar a tiros três pessoas e ferir uma quarta no dia 20 de setembro de 2009. O julgamento estava marcado para hoje (05) no Tribunal do Júri aqui em Rondonópolis.

De acordo com informações o julgamento foi adiado devido ao velório do Juiz Leomir Lídio Luvison que acontecia no auditório do Tribunal do Juri. O enterro aconteceu hoje (05) de manhã.

O Caso:

No dia do crime, Paulo Henrique inconformado com o fim do seu relacionamento amoroso de cerca de um ano e meio com Crisa Renata, armou-se de um revólver calibre 38, entrou no restaurante, se aproximou da mesa ocupada por Crisa e sua família e efetuou vários disparos, matando duas pessoas na hora (Crisa e Luquinha). A mãe de Crisa, Marilúcia Carvalho morreu no hospital, e Crislaine Maggi, que almoçava numa mesa ao lado com o namorado, foi ferida nas costas e sobreviveu.

Leia também:  Carro bate em barranco e duas pessoas morrem na BR-163

Após o crime, o acusado saiu do restaurante e montou numa moto Yamaha Fazer, de cor azul, que deixara do lado de fora e fugiu. Um segurança do restaurante ainda tentou deter o suspeito, efetuando dois disparos contra Paulo Henrique, mas errou.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.