Felipe Massa chora no pódio após o GP do Brasil de Fórmula 1 (Foto: Agência AP)

O GP do Brasil de Fórmula 1 garantiu ao Alemão Sebastian Vettel o tricampeonato mundial, mas Felipe Massa foi personagem de destaque no pódio de Interlagos. Bastante emocionado, ele não conteve o choro ao término da corrida. O brasileiro explicou o motivo de tanta emoção: as dificuldades que enfrentou durante a temporada. E disse que até duvidou se deveria continuar pilotando na F-1, em entrevista ao programa “Bem, Amigos!”.

“Acho que veio de tudo (…) Primeiro de estar voltando ao pódio, que é sempre uma emoção muito grande. Mas acho que aquele choro era mais pelas dificuldades do que pelas alegrias. Tomei muita porrada, cheguei até pensar em um momento: será que eu ainda sirvo para isso? Comecei a pensar, estudar e até trabalhar mais minha cabeça, que já tinha ido para o espaço. Dali eu comecei a raciocinar de novo o caminho que eu sempre trilhei. Fazendo a volta indo para o box eu estava normal. Fui dar parabéns para o Vettel, estava curtindo aquele momento. Mas a hora que eu desci do carro e olhei toda arquibancada gritando meu nome, minha mulher, minha família, meus amigos, todos os meus mecânicos, minha equipe emocionada comigo, ali eu caí. – afirmou o piloto”.

Leia também:  Antigo Luthero vira cult e ganha lembrança especial do torcedor

O terceiro lugar no GP do Brasil foi o segundo pódio de Massa no ano. O outro aconteceu com o segundo lugar no GP do Japão, em outubro. Felipe encerra a temporada na sétima posição, com 122 pontos. Foram 97 conquistados nas últimas nove etapas do ano (após as férias de agosto) e apenas 25 nas primeiras 11 provas.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.