O secretário-geral da ONU, Ban Ki-Moon, fala sobre confronto em Gaza nesta quarta-feira (21) (Foto: AFP)

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, pediu nesta quarta-feira (21) o fim “imediato” dos disparos de foguetes palestinos contra as aglomerações urbanas israelenses, durante uma entrevista coletiva com o presidente da Autoridade Palestina, Mahmud Abbas.

“Reitero meu pedido pelo cessar imediato dos disparos de foguetes dos militantes palestinos contra as aglomerações israelenses. Isto é inaceitável”, disse Ban após um encontro com Abbas.

“Chegou o momento da diplomacia e do fim da violência”, completou Ban, enquanto a violência entre Israel e o Hamas em Gaza continuam de forma ininterrupta há uma semana.

“A segurança e o bem-estar de todas as populações civis são primordiais para mim. Peço a todos os que possuem armas que respeitem o direito humanitário”.

Leia também:  Trump chega na Flórida após fim de furacão para se encontrar com vítimas e calcular danos

Apesar da perspectiva de uma trégua entre israelenses e palestinos, o Exército de Israel continuou bombardeando na madrugada desta quarta cerca de 100 alvos na Faixa de Gaza, incluindo o Ministério de Segurança Interna do Hamas e um edifício que abriga escritórios da imprensa internacional.

Em contrapartida, uma explosão em um ônibus urbano deixou pelo menos 10 feridos, três deles em estado grave, na região central da cidade israelense de Tel Aviv, segundo os serviços de emergência e a polícia.

Desde o início da operação “Pilar de Defesa” contra os grupos armados do território palestino, quarta-feira da semana passada, 135 palestinos morreram e quase mil foram feridos nos ataques aéreos de Israel contra o enclave palestino.

Leia também:  Vice-presidente da Espanha assumiu a maior função da presidência

Cinco israelenses, incluindo um soldado, morreram em consequência dos disparos de foguetes.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.