Manifestantes fazem protesto no “Dia da Malala” neste sábado (10), no Paquistão (Foto: AFP/Rizwan Tabassum)

Manifestantes paquistaneses fizeram uma passeata carregando imagens da menina Malala Yousafzai, que sobreviveu a um ataque dos talibãs, para marcar o “Dia da Malala” em Karachi, no Paquistão, neste sábado (10).

Malala, de 15 anos, é a mais jovem defensora dos direitos das mulheres à educação. Ela foi baleada no dia 9 de outubro em Mingora, a principal cidade do Vale de Swat (noroeste), por membros do Movimento Talibã do Paquistão (TTP), que invadiram o ônibus escolar em que ela estava viajando.

A insegurança na cidade natal de Malala deixa implícito que suas colegas não podem homenageá-la em público.

Advertisements
Leia também:  Incêndio queima mais de 4 mil hectares na França e moradores são obrigados a deixar suas casas

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.