Foto: reprodução

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça-feira (6) a Operação Eldorado, que consiste em desarticular quadrilha de extração ilegal de ouro e comercialização no Sistema Financeiro Nacional.

Foram expedidos 28 mandados de prisão temprorária, 8 mandados de condução coercitiva e 64 mandados de busca e apreensão. Participam da operação mais de 300 Policiais Federais, que atuam no cumprimento dos mandados judiciais em sete estados, são eles: Mato Grosso, Pará, Rondônia, Amazonas, São Paulo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul. Outros 80 policiais estão atuando diretamente nos locais de extração do ouro ilegal.

Os policiais descobriram, em 10 meses de investigação, que os envolvidos no esquema extraíam o ouro em áreas de preservação permanente e que Empresas Distribuidoras de Títulos de Valores Mobiliários (DTVM’s), envolvidas na organização, realizavam a lavagem de dinheiro, movimentando mais de R$ 150 milhões.

Leia também:  Durante assalto à residência, vítima é amarrada e feita refém no Jardim Morumbi

A organização criminosa está sendo investigada desde fevereiro deste ano pela Delegacia de Repressão a Crimes Financeiros e Desvio de Recursos Públicos (DELEFIN), pelos crimes de exploração ilegal de recursos minerais, destruição de áreas de preservação permanente e poluição, usurpação de bens da União, lavagem de dinheiro e contra o Sistema Financeiro Nacional.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.