Na tentativa de amenizar o caos instalado na assistência à saúde pública mato-grossense, o deputado estadual Dilmar Dal’Bosco (DEM) sugeriu ao governador Silval Barbosa (PMDB) a instalação de Centros Médicos de Pequena e Média Complexidade em cada um dos 141 municípios do Estado. Esses locais, segundo ele, teriam um baixo custo de implantação, e estariam equipados com aparelhos de ultrasson, raio-x e um pequeno aporte cirúrgico.

“Na maioria das vezes, pessoas com fratura nos ossos e até mesmo com dilatação para parto normal, são deslocadas até os grandes centros para receber assistência médica devido a total falta de estrutura hospitalar”, ressaltou Dilmar.

O pedido ao Chefe do Executivo Mato-grossense foi encaminhado na última sexta-feira, quando, em sua rápida passagem pelo município de Sinop, Silval reuniu-se com a classe política local para debater as principais dificuldades da região norte de Mato Grosso.

Leia também:  Quase 20 mil pessoas passaram pela Caravana da Transformação na primeira semana

O oposicionista reclamou ao governador que a saúde nos municípios do nortão é feita através da “ambulânciaterapia”, nome usado pelo parlamentar para descrever a prática de deslocamento dos pacientes aos grandes centros.

De acordo com Dal’Bosco, crianças do interior estão perdendo sua naturalidade devido a falta de assistência médica necessária a situações de baixas complexidade, a exemplo de partos normais. “É absurdo saber que existem municípios onde não se nasce uma só criança. Isso mesmo, os pais são obrigados a procurar cidades vizinhas para realizar o parto e esses bebês não são registrados em sua cidade de origem, na cidade dos seus pais”, reclamou o parlamentar.

O governador comprometeu-se a estudar a proposta apresentada pelo deputado democrata.

Leia também:  Prefeitura de Nova Bandeirantes é alvo de operação da PC contra desvio de dinheiro público
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.