Dom Juventino durante a benção na missa – Foto: Varlei Cordova / AGORA MT

Nesse feriado de Finados os rondonopolitanos acordaram bem cedo para poder homenagear familiares e amigos que já falecerão. Os cemitérios da cidade lotaram logo no início da manhã para poder acompanhar a missa. No cemitério da Vila Aurora, foi o Bispo Dom Juventino Kestering que ministrou a celebração.

Para Dom Juventino esse é um dia em que as pessoas precisam refletir sobre a vida e também prestar homenagens. O Bispo explicou que a tradição vem se mantendo e que a cada ano mais pessoas passam a fazem as suas orações e visitas aos que já faleceram no Dia de Finados.

“É um data que vai permanecer sempre, porque não são apenas os católicos que prestam essas homenagens, mas também aqueles que não têm religião”, comenta.

Leia também:  Luverdense perde do Inter com gol polêmico no final

A dona de casa, Maria Aparecida de Farias, viajou mais de 100 quilômetros para poder vim visitar um parente querido que está enterrado em Rondonópolis. “Todos os anos eu faço questão de vir no Dia de Finados para poder trazer flores, acender vela e rezar pelos nossos familiares e amigos que já se foram”, conta.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.