O calor excessivo resultou na orientação da Secretaria Municipal de Educação (SEMEC) em suspender as atividades físicas nas escolas do município.

A secretária da SEMEC, Marilda Rufino, explicou não há condições de retirar as crianças das salas de aula para fazer atividades como futebol, vôlei ou qualquer outra que demande muito esforço físico.

Marilda argumentou que até o final do ano os professores desenvolverão atividades e jogos dentro das salas de aula, em razão do ar condicionado, como forma de poupar as crianças.

“Nós que somos adultos já não suportamos esse calor exagerado e fazer com que as crianças pratiquem algum tipo de exercício físico é inviável, mesmo que seja em uma área coberta. Além de ensinar temos que zelar pelo bem estar dos alunos e por essa razão substituímos as atividades físicas”, conclui Rufino.

Leia também:  Esquadrilha da fumaça faz show aéreo em Rondonópolis
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.