Explosão causou destruição em Kirkuk; ataques no Iraque deixaram 25 mortos nesta segunda (17) (Foto: AFP)

Atentados nesta segunda-feira (17) contra as forças de segurança, os xiitas e a minoria shabak deixaram pelo menos 25 mortos e 40 feridos no Iraque, um dia antes do aniversário de um ano da saída dos soldados americanos do país.

Em uma estrada no oeste de Tikrit, três homens armados abriram fogo contra um posto de controle e mataram um policial. Depois abandonaram o carro no qual estavam, o veículo explodiu e matou quatro agentes.

Na localidade de Al Buslaibi, ao norte de Bagdá, uma bomba explodiu na passagem de uma viatura militar e deixou três mortos.

Em Tuz Jurmatu (norte), dois atentados com carro-bomba deixaram cinco mortos. A comunidade xiita, majoritária no Iraque, é alvo frequente dos ataques executados por insurgentes sunitas.

Leia também:  Festa de aniversário é proibida na Arábia Saudita para poupar gastos desnecessários

Perto de Mossul (norte), outro atentado com carro-bomba deixou sete mortos na localidade shabak de Jaznah.

A comunidade shabak, uma seita que integra o xiismo e tem quase 30.000 membros, foi perseguida durante o regime de Saddam Hussein e depois virou alvo dos ataques da Al-Qaeda.

No domingo, uma onda de atentados deixou 19 mortos e dezenas de feridos no país, principalmente em duas mesquitas xiitas e na sede de um partido político curdo no norte do país.

O Iraque sofre com a violência desde a saída dos últimos soldados americanos em 18 de dezembro de 2011, após uma guerra de quase nove anos que matou dezenas de milhares de iraquianos e milhares de americanos, ao custo de bilhões de dólares.

Leia também:  Quinze pessoas desaparecidas e mais de 20 mortes são causadas por forte tempestade nos EUA
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.