Foto: internet

A Comissão Europeia aprovou novo repasse financeiro, no valor de  20,85 milhões de euros, para os refugiados sírios no Líbano e na Jordânia. No total, os europeus destinarão 41,5 milhões de euros para os refugiados sírios no Líbano e 20,89 milhões aos que estão na Jordânia. Desde março do ano passado, a Síria vive em clima de guerra devido à disputa política entre o governo do presidente Bashar Al Assad e a oposição.

O comissário europeu para a Ampliação da Política de Vizinhança da União Europeia, Stefan Füle, disse que o aumento de repasse é uma decisão para tentar ajudar as “famílias que fogem da violência na Síria e as comunidades que as acolhem”. Segundo ele, a intenção é cooperar no apoio às crianças e aos jovens para que mantenham a “esperança e o objetivo de construir um futuro melhor”.

Leia também:  Mais de 30 pessoas podem estar soterradas em escombros de edifício que desabou na Índia

Há 21 meses, os sírios vivem em clima de guerra. Há informações de organizações não governamentais que mais de 40 mil pessoas morreram nesse período, inclusive crianças e mulheres. Também há denúncias de prisões indevidas, torturas e perseguições. O governo Assad nega irregularidades, acusando a oposição de manipulação.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.