O final da Campanha Internacional de 16 Dias de Ativismo pelo fim da violência contra mulheres foi marcado com um Pit Stop na Praça Brasil, na manhã desta quinta-feira (06), onde mulheres do Conselho Municipal dos Direitos das Mulheres e do Departamento de Ações Programáticas da Secretaria Municipal de Saúde distribuíram folders e um laço branco, símbolo da ação, como forma de tentar reduzir os registros de agressões.

A presidente do conselho, Mara Oliveira, afirmou que em Rondonópolis ainda é alto o índice de mulheres que são vitimas de agressões domesticas e infelizmente muitas não denunciam os agressores por medo ou falta de esclarecimento e por essa razão além do Pit Stop as voluntárias percorreram as lojas para orientar as mulheres que é importante fazer as denuncias.

Leia também:  Sesc Rondonópolis realiza desafio mix aeróbico neste sábado (08)

Mara observou que a maioria das pessoas desconhecem os cinco tipos de violência e são vítimas por muitos anos. Além de questão física há a agressão psicológica, moral, sexual e patrimonial.

A gerente do Departamento de Ações Programáticas, Mariúva Valentim Chaves, destacou que nos últimos quatro meses em Rondonópolis cerca de duas mulheres morrem por mês, vítimas de agressão. E por isso é importante a mobilização de toda a sociedade para reverter este quadro.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.