Policia Ambiental encontrou o corpo no Rio Vermelho próximo a Fátima de São Lourenço. Foto: Varlei Cordova/AGORAMT

 

Foi encontrado o corpo de uma mulher as margens do Rio Vermelho, preso em galhos, na manhã desta quarta-feira (5). Em patrulhamento, a Polícia Militar Ambiental encontrou o corpo no rio próximo a Fátima de São Lourenço, a cerca de 45 quilômetros de Rondonópolis.

O Corpo de Bombeiros fez a retirado do corpo que foi encaminhado ao IML de Rondonópolis, onde passará por perícia. A polícia suspeita que o corpo seja de Marta Aparecida Bueno que estava desaparecida desde domingo (2). A família de Marta esteve no local, mas a princípio não foi possível fazer o reconhecimento, já que o corpo estava coberto por muita lama.

Atualização

A suspeita de que o corpo seria de Marta Aparecida Bueno, 43 anos, foi confirmada após o reconhecimento da arcada dentária. Ela e o filho Yann Pablo de um ano e sete meses estavam desaparecidos desde domingo (2). A perícia informou que a causa da morte foi afogamento.

Leia também:  Várzea Grande | Caminhonete pega fogo em posto de combustível

Uma dos familiares afirmou que Marta havia deixado uma carta dizendo que estava sofrendo agressões do marido. Eles também disseram que Marta estava com problemas psicológicos. Marta e seu filho moravam no Jardim Mato Grosso, em Rondonópolis. A criança ainda está desaparecida.

 

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=WXsHrIJMVD8[/youtube]

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.