Policia Ambiental encontrou o corpo no Rio Vermelho próximo a Fátima de São Lourenço. Foto: Varlei Cordova/AGORAMT

 

Foi encontrado o corpo de uma mulher as margens do Rio Vermelho, preso em galhos, na manhã desta quarta-feira (5). Em patrulhamento, a Polícia Militar Ambiental encontrou o corpo no rio próximo a Fátima de São Lourenço, a cerca de 45 quilômetros de Rondonópolis.

O Corpo de Bombeiros fez a retirado do corpo que foi encaminhado ao IML de Rondonópolis, onde passará por perícia. A polícia suspeita que o corpo seja de Marta Aparecida Bueno que estava desaparecida desde domingo (2). A família de Marta esteve no local, mas a princípio não foi possível fazer o reconhecimento, já que o corpo estava coberto por muita lama.

Atualização

A suspeita de que o corpo seria de Marta Aparecida Bueno, 43 anos, foi confirmada após o reconhecimento da arcada dentária. Ela e o filho Yann Pablo de um ano e sete meses estavam desaparecidos desde domingo (2). A perícia informou que a causa da morte foi afogamento.

Leia também:  Colisão entre uma caminhonete e três caminhões deixa feridos na BR-364

Uma dos familiares afirmou que Marta havia deixado uma carta dizendo que estava sofrendo agressões do marido. Eles também disseram que Marta estava com problemas psicológicos. Marta e seu filho moravam no Jardim Mato Grosso, em Rondonópolis. A criança ainda está desaparecida.

 

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=WXsHrIJMVD8[/youtube]

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.