Foto:internet

De nada adiantou o pedido do diretor de futebol do Cruzeiro, Alexandre Mattos, para que deixassem o principal jogador do time, Montillo, “em paz”. O desabafo foi feito após uma proposta do Santos para levar o argentino para a Vila Belmiro. A diretoria santista não se deu por vencida e segue na briga para ter o meia em seu plantel em 2013. Uma nova proposta por Montillo foi feita pelo Santos. Assim como da última vez, o Cruzeiro recusou.

Desta vez, além de ter aumentado os valores pelo argentino, o Santos também ofereceu percentual em alguns jogadores – o volante Henrique, ex-Cruzeiro, é um deles. O diretor de comunicação do clube mineiro, Guilherme Mendes, explica que a diretoria entende que a proposta santista ainda não é vantajosa:

Leia também:  União faz neste sábado primeiro jogo da final do sub-19

– Fomos procurados hoje, de novo. Houve um aumento da proposta. Mas o que foi apresentado ainda não atende ao que o Cruzeiro acha justo.

O Cruzeiro se recusa a dizer por quanto Montillo sairia da Toca da Raposa II. A justificativa é de que o meia não está à venda e, por isso, não é possível falar sobre valores. Vale lembrar, no entanto, que na única oportunidade que falou sobre o assunto, na virada de 2011 para 2012, o presidente do Cruzeiro, Gilvan de Pinho Tavares, chegou a citar o montante de 15 milhões de euros (aproximadamente R$ 41 milhões).

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.