Uma tragédia marcou a noite desta quinta-feira, 27, a cidade de Tangará da Serra, no médio Norte de Mato Grosso. Dois jovens – atletas amadores – morreram depois de serem atingidos por um raio durante um treino no campo do Vasco, time que disputa divisões locais. Além das vítimas fatais, dez pessoas caíram no campo devido à descarga, e tiveram que ser socorridas. Leandro Rodrigues, conhecido como ‘Leandro Doidão’ e Carlos Peres não resistiram e morreram na hora.

De acordo com o médico Eli Ambrósio, as vítimas fatais tiveram morte súbita e após constatar os óbitos, eles foram encaminhados para órgãos responsáveis pela emissão do boletim de constatação da morte.  O médico afirma que as demais pessoas que estavam no campo sentiram   desconfortos como dor de cabeça e no ouvido, mas passam bem.  As vítimas eram jogadores do Tangará.
Dilson Gonçalves – Dilsinho da Esmeralda – que estava no campo no momento do incidente, disse que tudo aconteceu muito rápido. “Imaginamos que ia chover, mas nunca pensamos que pudesse ocorrer uma tragédia como essa”, afirma o jogador. Ele conta que após o raio várias pessoas caíram no chão e depois saíram correndo. “Quando olhamos para trás vimos os dois caídos. O Leandro não se mexia mais. Foi questão de segundos. Tentamos reanimar o Peres que reagiu nos primeiros momentos, mas morreu em seguida”, afirma.
O irmão de Leandro, Rodrigo Manoel da Silva, lamentou o ocorrido e afirmou ainda que a morte é um mistério e quando acontece com ‘a gente’ machuca muito mais. “Como irmão, Leandro era uma pessoa maravilhosa.  Muito Prestativo e querido. Ele fazia tudo em casa. Vai deixar muita saudade”, comenta.
Advertisements
Leia também:  Liminar suspende leis que dispensavam licenciamento para pequenas pisciculturas

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.