Foto: internet

Funcionários das companhias aéreas ameaçam fazer “greve de advertência” amanhã em todo o país.

Os aeronautas, que trabalham a bordo, e os aeroviários, funcionários em solo, reivindicam reajuste salarial.

O movimento protesta também contra as demissões deste ano, principalmente na Gol e Webjet –que foi comprada pela Gol e, depois, extinta.

As empresas reclamam de alta nos custos operacionais e alegam que vão apresentar prejuízo em 2012. Elas ofereceram reajuste de 1,5% a 6%.

Os aeronautas pedem 11,4% e os aeroviários, de 10% a 15%. Segundo os sindicatos, haverá uma reunião hoje com as empresas para tentar um acordo.

Advertisements
Leia também:  Advogado diz que é "injusta e absurda" a prisão de Wesley Batista

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.