Com objetivo de reduzir o número de acidentes de trânsito nos feriados de Natal, Ano Novo e Carnaval, o governo federal lançou nesta quinta-feira (13), em Brasília, a Operação Integrada Parada-Rodovia 2012/2013. Desenvolvida pelos Ministérios das Cidades, Saúde, Transportes e Justiça, a ação faz parte do Pacto Nacional pela Redução de Acidentes, lançado pelo governo brasileiro em resposta à decisão da Organização Nações Unidas (ONU) de reduzir em 50% o número de mortes no trânsito em todo o mundo até 2020.

Na cerimônia o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, disse que é inaceitável que a imprudência e a irresponsabilidade de motoristas continuem tirando vidas. “Precisamos fazer com que as pessoas percebam o risco que correm ao não respeitarem as regras de trânsito. Não é possível perdermos tantas vidas e destruirmos tantas famílias com gestos de irresponsabilidade”.

Leia também:  Prazo para alistamento militar de 2017 vai até 30 de junho

O deputado federal Wellington Fagundes (PRMT) participou do evento e destacou que o trânsito brasileiro faz mais vítimas fatais que guerras civis. “A Organização das Nações Unidas divulgou este ano que cerca de 10 mil pessoas morreram nos confrontos da Síria, enquanto o trânsito no Brasil matou mais de 42 mil pessoas em 2011”.

Segundo dados divulgados pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), entre dezembro de 2011 e março de 2012, quando o governo fez a primeira Operação Parada-Rodovia, os números de acidentes, feridos e mortos reduziram 15%.

Bafômetro

Durante a cerimônia o Ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro, anunciou a entrega de um milhão de bafômetros em todo país, Mato Grosso vai receber 18.900 equipamentos.

Leia também:  Grampos Clandestinos | Chefe e adjunto da Casa Militar e dois PMs são presos em MT

A PRF fará blitzen nos 70 mil quilômetros de rodovias federais e simultaneamente, os órgãos de trânsito parceiros irão fiscalizar rodovias estaduais e vias municipais. O foco será o combate a embriagues ao volante, excesso de velocidade e ultrapassagens em locais proibidos.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.