Viatura em frente a casa da vítima – Foto: TV Cidade Record

Na noite desta segunda-feira (17) Wendel da Silva Tavares (19) teve a casa arrombada, na Vila Cardoso, e assassinado diante da família. As testemunhas acreditam que a vítima tenha sido executada por engano.

De acordo com Patrícia Rodrigues de Carvalho (21), companheira de Wendel, uma pessoa chegou na residência do casal, por volta das 21h, e chamou alguém por nome de “Leitão” e foi informado pela testemunha que não conhecia ninguém com este apelido. Patrícia afirmou que quando o rapaz saiu pode observar uma motocicleta escura com duas pessoas parada na esquina próximo a residência, diante da situação ficou preocupada com o comportamento do suspeito, trancou a porta e voltou para cama.

Leia também:  Polícia Civil encontra arma de choque usada por estuprador em Rondonópolis

Certo momento o casal ouviu um barulho de moto e perceberam que a porta foi arrombada. O criminoso entrou na casa e efetuou vários disparos contra Wendel que ficou caído na cozinha. A equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) esteve na residência do casal para prestar socorro, mas a vítima morreu no local.

A testemunha disse que não conhecia os rapazes e que aparentavam ter entre 16 e 18 anos, porém não conseguiu observar muita coisa em razão de ter ido proteger as filhas quando a porta da casa foi arrombada.

Os autores e motivação do crime estão sendo investigados.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.