Foto: assessoria

O Hospital de Câncer de Rondonópolis vai ganhar um novo centro cirúrgico. E os produtores rurais do Núcleo da Aprosoja instalado no município fazem parte desta nova fase do hospital. Na noite desta segunda (03.12), foi promovido um evento beneficente, no Centro de Eventos Milenium, para arrecadar recursos, que serão investidos na conclusão das obras e também na compra de equipamentos e mobiliário para o atendimento aos pacientes em tratamento com câncer.

A iniciativa dos produtores integra a campanha do AgroSolidário, programa de responsabilidade social da Aprosoja, que este ano já arrecadou aproximadamente R$ 2 milhões em prol do Hospital de Câncer de Mato Grosso, sediado em Cuiabá. Segundo o presidente da Aprosoja, Carlos Fávaro, como a meta estipulada para o hospital de Cuiabá foi ultrapassada, a diretoria da entidade decidiu estender a campanha também para o hospital de Rondonópolis.

“Esta foi uma ação que trouxe muito orgulho e satisfação para nós da Aprosoja. Tínhamos uma meta arrojada, que era a de arrecadar R$1,5 milhão, mas fomos além, arrecadando R$ 2 milhões. Todos os 22 Núcleos da Aprosoja no interior se envolveram na campanha em prol do Hospital de Câncer de Cuiabá. E consideramos justo que o evento de Rondonópolis tivesse como destino o Hospital de Câncer do município”, destacou Fávaro.

O atendimento aos pacientes em tratamento com câncer pelo Sistema Único de Saúde (SUS) iniciou em 2006, na Santa Casa de Rondonópolis. De acordo com o médico oncologista e diretor técnico do Hospital de Câncer do município, José Spila Neto, por um bom tempo eram realizados apenas atendimentos iniciais, pois a cidade não tinha nada em termos de tratamento de câncer. Em 2009, a unidade foi credenciada ao Ministério da Saúde e passou a efetivamente a funcionar. Mas, como o próprio médico ressaltou isto não era suficiente.

Leia também:  Há quase 40 dias e sem previsão de término, greve do Detran preocupa população

“Quando inaugurou o Hospital de Câncer de Rondonópolis nós iniciamos uma nova fase, onde a palavra de ordem é humanização. Os pacientes atualmente são internados em quartos arejados, climatizados, com mobiliário adequado. Os funcionários também foram qualificados para prestar o atendimento adequado. E o centro cirúrgico vai servir para realizar todo o tipo de cirurgia necessária. Atualmente, o que gente tem de informação no país é que as cirurgias de câncer são realizadas em média a partir de dois a três meses do início do tratamento. E o ideal é que o paciente em tratamento com a doença tenha este atendimento o mais rápido possível”, afirmou o médico oncologista.

Em razão da ausência do centro cirúrgico no hospital de câncer as cirurgias são realizadas na Santa Casa. Por conta disto, só são realizadas duas cirurgias por semana e a fila de espera chega a ser de 30 dias. A conclusão das obras e a compra dos equipamentos vai permitir um aumento de 200% nos atendimentos realizados pelo hospital. Por mês, eles chegam a realizar 500 atendimentos em todas as especialidades médicas. A estrutura atual conta com 36 leitos, sendo 12 apartamentos mobiliados com três leitos cada.

Leia também:  Caminhada reforça importância dos cuidados no trânsito em Rondonópolis

O centro cirúrgico vai contar com três salas, equipamentos modernos e será um dos melhores de Rondonópolis. As obras já estão em andamento e a previsão do presidente da Associação dos Pacientes Oncológicos de Rondonópolis (Apor), Sérgio Mattei, é que esteja concluída em fevereiro de 2012. Mattei, que também é produtor rural, destacou a iniciativa da Aprosoja. “A Aprosoja está de parabéns, por realizar estes eventos e ajudar a conclusão das obras dos hospitais de câncer de Rondonópolis e de Cuiabá”, disse.

O ex-presidente da Aprosoja e vice-prefeito eleito do município de Rondonópolis, Rogério Salles, frisou que o poder público tem que realizar um atendimento igual a todos e muitas vezes, em razão dos recursos escassos, não consegue promover ações diferenciadas, como a que a Aprosoja promoveu em prol do Hospital de Câncer de Rondonópolis. “Os produtores rurais estão dando exemplo ao promoverem ações de solidariedade como esta, que com certeza vai ajudar a tornar o atendimento de melhor qualidade e mais humanizado”, disse Salles.

Foram arrecadados mais de R$ 300 mil e o vice-presidente da Aprosoja, Ricardo Tomczyk, afirmou que este valor pode ser superado. “Ficamos muito felizes com as doações. Nossa meta foi alcançada e a iniciativa, que iniciou no jantar beneficente, vai continuar, pois sabemos que as demandas irão aumentar. Recomendo que quem quiser conhecer o trabalho que é realizado no hospital ou pela Apor pode ir procurar diretamente o hospital e as doações podem ser realizadas diretamente na associação dos pacientes ou então o Núcleo da Aprosoja de Rondonópolis”, frisou Tomczyk.

Leia também:  Campanha da LBV arrecada doações de alimentos não perecíveis

A produtora rural Tânia Balbinoti, do grupo Sementes Adriana, foi uma das colaboradoras no evento e disse que além da doação de recursos as pessoas também precisam se doar de alguma forma. “O ideal é que todo mundo possa ser voluntário também, levando um pouco de humanização aos pacientes. Sabemos que os governos não vão conseguir resolver tudo sozinhos, por isso destaco esta ação da Aprosoja, que é fundamental para melhorar os atendimentos de saúde no nosso município e no nosso estado”, concluiu Balbinoti.

A noite foi encerrada com uma mensagem especialmente gravada pelo ator Otaviano Costa, embaixador do Hospital de Câncer de Mato Grosso, para o evento de Rondonópolis. No vídeo, Otaviano relembrou um pouco como iniciou o seu envolvimento em prol do hospital e a forma como a Aprosoja e os produtores rurais de Mato Grosso abraçaram a causa. O ator cuiabano disse ainda que vai se tornar o embaixador da causas do AgroSolidário da Aprosoja e elogiou as ações promovidas pela entidade e encabeçadas pelos produtores em prol da melhoria da qualidade de vida dos mato-grossenses.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.