O ex-prefeito de Acorizal e ex-presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM), Meraldo Figueiredo Sá (PSD), foi nomeado secretário de Estado de Desenvolvimento Rural e Agricultura Familar (Sedraf). O ato está publicado no Diário Oficial do Estado, que circula hoje. No mesmo documento, está o ato de exoneração do ex-comandante da área, Carlos Luiz Milhomem.

Para assumir o posto, Meraldo teve que renunciar aos postos de prefeito e presidente da AMM. Ele afirmou anteriormente que pretende buscar investimentos para promover a industrialização no Estado. O pessedista terá à disposição, no próximo ano, um orçamento na casa dos R$ 180 milhões. No entanto, este valor inclui os repasses de sua pasta e também de órgão vinculados como Intermat, Indea e Empaer.

Leia também:  Por questões éticas advogado se recusa a continuar em defesa de Michel Temer

Esta é a segunda modificação oficial do primeiro escalão do secretariado do governador Silval Barbosa (PMDB). A primeira, conforme Só Notícias já informou, foi a nomeação do vice-governador Chico Daltro (PSD) para o comanda da Secretaria de Estado das Cidades no lugar do ex-titular Gonçalo Aparecido de Barros (PMDB).

As duas nomeações marcam o retorno do PSD ao governo do Estado. No entanto, o partido teria uma terceira vaga. É cogitada a Secretaria de Estado de Cultura, que seria ocupada por Janete Riva, mulher do presidente da Assembleia Legislativa e um dos idealizadores do partido no Estado, José Riva.

Conforme Só Notícias já informou, Vicente Falcão (PR) deve deixar a Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) que passará a ser comandada por José Lacerda (PMDB), atualmente comanda a Casa Civil. O atual secretário de Indústria e Comércio, Pedro Nadaf (PR), assumirá o lugar de Lacerda. Valério Gouveia deve ficar na vaga deixada por Nadaf.

Leia também:  Fabris se apresenta e nega ter cometido crime

A Secretaria de Transportes continua com o PR mas muda de titular. Arnaldo Alves de Souza deve sair e Sinézio de Oliveira de ser nomeado secretário. O prefeito de Rondonópolis, Ananias Filho (PR), que está concluindo o mandato, vai para a Secretaria de Estado de Esportes.

O PT deve permanecer com o comando da Secretaria de Estado de Educação com Ságuas Moraes. Não foi confirmado se o partido terá mais uma secretaria. Chegou a ser cogitado o vereador cuiabano Lúdio Cabral na pasta da Saúde.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.