A nova postura adotada pelo prefeito eleito de Rondonópolis, Percival Muniz (PPS), pode causar alguns problemas de ordem política com os partidos aliados, isso segundo fonte da Coluna Bastidores.

De acordo com a fonte, Percival estaria se preparando para atuar apenas como um “garoto propaganda” de Rondonópolis e sua administração visando às eleições de 2014, para isso estaria criando uma espécie de conselho administrativo, encabeçado pelo vice Rogério Salles (PSDB).

No organograma hierárquico imaginado por Percival, a nova gestão seria comanda da seguinte forma, no topo Rogério Salles, seguido de Fábio Cardozo, que seria uma espécie de super  secretário  e em seguida mais 4 conselheiros, o restante…, bem o restante seriam os secretários, gerentes, chefes de departamento e etc…

Leia também:  No estaleiro por 90 dias

Com isso, o poder de decisão de alguns secretários seria reduzido e as discussões e tomadas de atitude seriam determinadas pelo grupo dos seis, como já anda sendo chamado os escolhidos de Percival e assim o partidos aliados poderiam perder visibilidade e poder.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.