Foto: internet

A Polícia Civil prendeu Adão Ires Brandão Dias, acusado de ser o coautor do assassinato de Francisco da Guia, ocorrido no dia 29 de março de 2002, em Barra do Bugres (a 168 km a médio-norte de Cuiabá). A vítima foi torturada e morta com tiros de arma de fogo de diversos calibres.

Conforme a Polícia, outros acusados do crime já haviam sido presos durante a fase do inquérito policial, no ano de 2002, quando também foi decretada a prisão preventiva de Adão Ires Brandão Dias, que não chegou a ser preso e se encontrava foragido até agora.

Durante 10 anos, o foragido da Justiça esteve morando em São Paulo, mas foi preso em Barra do Bugres, depois de retornar à cidade. “A prisão do foragido vai de encontro ao sentimento de impunidade que tanto incomoda a população e dá prova de que os autores de atos criminosos, cedo ou tarde, serão responsabilizados e prestarão contas com a Polícia e a Justiça”, destaca o delegado Ramonilson Bezerra.

Leia também:  Suspeito baleado em Rondonópolis é preso em hospital de Pedra Preta

O delegado ressalta a importância da participação da população ao repassar à Polícia informações sobre a localização de foragidos. “Denúncias podem ser feitas, inclusive de forma anônima, através do telefone 197 ou pessoalmente na Delegacia com a equipe de Investigação ou com a própria autoridade policial, valendo ressaltar que as informações repassadas serão mantidas em sigilo”, orienta.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.